avaedoc

Início » Pesquisas » Sítio + Passagem e Permanência

Sítio + Passagem e Permanência

Texto da primeira postagem (com a primeira foto postada), a qual foi a única durante muito tempo, até o momento em que conseguimos mais gente para ajudar a organizar e manter tudo sempre atualizado por aqui. Como era sabido que seria difícil alimentar o sítio por um bom tempo, o texto explicava que era só um começo e convidava o visitante a retornar no futuro, quando teríamos então os conteúdos regularmente atualizados. Eis aí o registro mais atual desse primeiro comunicado:

Este sítio foi criado em 2012, segue em lenta construção, dadas as dificuldades de várias ordens, as quais a gente espera superar daqui pra frente. Embora as atividades em que a gente se envolve tenham passado por vários momentos diferentes nestes últimos anos, seguimos sem parar, no entanto, sem dar conta de manter o sítio aqui ativo. A gente também foi mudando, uns passaram, outros chegaram e assim a gente foi crescendo, com força de semente, sem fazer muito alarde mas soltando raízes.

Abaixo um resumo de um dos primeiros projetos desenvolvidos junto ao AVAEDOC, relacionado ao filme “Passagem e Permanência – Três ensaios em torno do 7 de setembro em Rio Tinto“, sob coordenação do João Martinho de Mendonça, para o qual contribuíram diversos estudantes de iniciação científica, principalmente: Antonio Soares, Danilo Alex e Luana Maia. A partir desse projeto um acervo local de imagens históricas se formou e tem servido para os trabalhos de outros estudantes e pesquisadores que chegaram e vão servir ainda aos que ainda estão por vir.

Hoje temos a perspectiva de manter uma postagem para cada um dos trabalhos desenvolvidos junto ao AVAEDOC.

cropped-foto-fiel-josc3a9-felix-36.jpg

Projeto:

Município de Rio Tinto e TI Potiguara:

explorações iniciais de Antropologia Visual (Edital CNPq 03/2009)

Resumo:

Propõe-se pesquisar imagens produzidas e em circulação entre diversos segmentos sociais nas regiões do município de Rio Tinto e das Terras Indígenas contíguas Potiguara. Em caráter exploratório espera-se colocar em prática, de forma integrada, metodologias de pesquisa desenvolvidas na área de Antropologia Visual. O objetivo principal consiste em criar condições para o exercício de formas de “antropologia compartilhada” com os sujeitos abordados, de par com o desenvolvimento de reflexões teóricas e metodológicas no campo da Antropologia. Procura-se, neste sentido, incorporar reflexões oriundas de trabalhos antropológicos em sociedades urbanas, tribais e camponesas, de maneira a buscar uma perspectiva não exclusivista que seja capaz de abranger a complexidade das relações interétnicas (e/ou entre rural/urbano) na região enfocada. Espera-se contribuir à reflexão cultural e ao estímulo dos processos que envolvem a cidadania, sejam políticos ou artísticos. Este projeto é também concebido em consonância com a estruturação, implementação e desenvolvimento do Laboratório de Antropologia Visual do Campus IV da UFPB.

Abaixo o texto original da primeira postagem, de 2012:

O AVAEDOC é um grupo de pesquisa sediado no campus IV da UFPB, município de Rio Tinto. Este blog está em construção, convidamos você a nos visitar posteriormente. Abaixo um resumo de um dos projetos desenvolvidos junto ao AVAEDOC, relacionado ao filme “Passagem e Permanência – Três ensaios em torno do 7 de setembro em Rio Tinto”.


1 Comentário

  1. Simpatizante disse:

    Estou conhecendo esse site somente agora, hello!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: