avaedoc

Início » Eventos (Página 2)

Arquivo da categoria: Eventos

Primeira Mostra Arandu de Filmes Etnográficos

Buscando estimular a realização do intercâmbio entre a UFPB, local de acolhida da 30ª RBA e a antropologia visual no país, será realizada a Mostra Arandu de Filmes Etnográficos. Promovida pelo Laboratório de Antropologia Visual Arandu e pelo grupo de estudos Avaedoc, da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), o evento tem como objetivos a organização colaborativa, a apreciação coletiva e a divulgação de ensaios audiovisuais produzidos no âmbito de cursos de graduação e pós-graduação em Antropologia ou em outras áreas afins, ligados às instituições públicas ou privadas de ensino, como também no âmbito de associações, organizações, movimentos e/ou produções independentes, desde que tenham conexões de quaisquer naturezas com pesquisas etnográficas ou com reflexões de cunho antropológico.

O evento pretende aproximar grupos e pessoas de forma democrática, inclusiva e colaborativa, sendo um acontecimento sem premiação, que visa promover o encontro mais do que a competição, que valoriza a dimensão de autogestão potencialmente presente entre parceiros e colaboradores interessados, independentemente de eventuais patrocínios e/ou recursos eventualmente levantados. Carrega também como expectativa a busca de uma discussão mais aprofundada sobre a história e as diferentes vocações da antropologia visual no Brasil.

A Mostra Arandu de Filme Etnográfico visa exibir produções audiovisuais finalizadas a partir de 2014, que apresentem qualidades técnicas, artísticas e etnográficas reconhecidas pela comissão organizadora. Poderão ser inscritas produções nacionais e internacionais de filmes que estejam ligados a pesquisas de caráter etnográfico e apresentem questões antropológicas relevantes.

 

Programação:

Local:  Cine Aruanda/CCTA), a partir das 19hs

Dia 04 de agosto:

Memórias Retomadas – 23’
Direção: João de Mendonça
2015

Imagens e Memórias do Cinema no Vale – 13’
Direção: José Muniz
2016

“Tia, traz a gente pra perto” – 13’
Direção: Ivandiely Menezes
2016

As Sementes – 30’
Direção: Beto Novaes
2015

Gosto mais do que lasanha – 41’
Direção: Luciana Ribeiro
2016

Dia 05 de agosto:

IBURI Trompete dos Ticuna – 14’
Direção: Edson Tosta Matarezio Filho
2014

Cavalhadas de Alagoas – 13’
Direção: Walcler Mendes Junior/ Pedro Simonard/ Juliana Michaello
2016

Como Antigamente – 11’
Direção: Augusto Junior
2016

Arte é Para Todos – 36’
Direção: Darllan da Rocha
2014

R’Gongo: Cultura negra em Porto Alegre/RS – 30’
Direção: Olavo Ramalho Marques
2016

A Música e as Bandas no contexto do desfile cívico de Rio Tinto – 13’
Direção: Caio Nobre Lisboa
2016

A arte de Vó Mera – 7’
Direção: Renata Cavalcanti
2015

Babau da Gota Serena – 18’
Direção: coletiva
2016

MENÇÃO ESPECIAL 1:
Das nuvens pra baixo – 74’ (em exibição no Prêmio Pierre Verger)
Direção: Marco Antonio Gonçalves / Eliska Altmann
2015

MENÇÃO ESPECIAL 2:
Taller “Miradas Antropológicas” (séries de vídeos associados)
Mariano Báez Landa (México /CIESAS)
2001-2016

Seminário Memória e imagem no Vale do Mamanguape 

Seminário Memória e imagem no Vale do Mamanguape 

Com Prof. José Sérgio Leite Lopes 

Organização: Curso de Graduação em Antropologia

QUANDO: dia 06 – 09 de outubro de 2009

ONDE: Rio Tinto

O seminário Memória e Imagem no Vale do Mamanguape é uma iniciativa do curso de graduação em Antropologia e Culturas Indígenas (Departamento de Ciências Sociais). Foi motivado especialmente pelo fato de que o Campus IV da UFPB encontra-se hoje no mesmo espaço onde funcionou a antiga Fábrica de Tecido de Rio Tinto. Trata-se, portanto, de uma ocasião ímpar para refletir sobre as cidades do vale do Mamanguape, seus trabalhadores e suas memórias. Ao que o filme documentário “Tecido Memória” constitui o ponto de partida de uma semana que esperamos proveitosa para todos. Todas as atividades envolverão os professores e alunos do referido curso, os professores José Sérgio Leite Lopes (do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social do Museu Nacional – UFRJ) e Rosilene Alvim (do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia – IFCS – UFRJ), além do cineasta Celso Brandão (UFAL).